Header Ads

Aliados Lordelo repudia "força musculada" e "cirúrgica" da GNR


Através de um comunicado publicado recentemente nas redes sociais, o Aliados Lordelo reagiu aos episódios de violência do domingo passado, no derby Rebordosa vs Aliados, da Divisão de Elite, em que os ânimos entre adeptos estavam exaltados, sendo necessário o uso da força por parte do Grupo de Intervenção da GNR.

No  comunicado, o Aliados condena e demarca-se  de "qualquer ato de violência, dentro ou fora dos recintos desportivos" mas critica o grupo de intervenção da GNR que alegadamente  agrediu "gratuitamente" um adepto lordelense.

Confira, em baixo, o comunicado do Aliados Futebol Clube de Lordelo:


COMUNICADO
No seguimento dos acontecimentos ocorridos no final do jogo Rebordosa AC – Aliados FC Lordelo, entre os adeptos do nosso Clube e o Grupo de Intervenção da GNR, o Aliados FC Lordelo, condena e demarca-se de qualquer ato de violência, dentro ou fora dos recintos desportivos.
O Aliados FC Lordelo é uma instituição com 68 anos de história, promotora do fair-play, que preza pela promoção de princípios e valores, de urbanidade e de respeito para com a comunidade.
O desporto tem que ser vivido como uma festa, em que cada um deverá expressar livremente as suas opções clubísticas, numa base de tolerância e respeito mútuos.
Neste caso específico, o Aliados FC Lordelo agradece o profissionalismo dos agentes da GNR de Lordelo que garantiram a segurança antes e durante o jogo, e coloca-se ao lado dos seus adeptos, em virtude de tudo o que se passou após o final do jogo nas imediações do Estádio Manuel Moreira.
Achamos que o excesso de força utilizado por parte da “força de segurança” do Grupo de Intervenção da GNR não deveria ter acontecido, por isso, o clube repudia tudo o que se passou com uso à “força musculada” gratuita e de forma "cirúrgica" a um adepto do Aliados FC Lordelo.
A Direcção

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.