Header Ads

«Há rivalidade entre eles mas isso a mim não me entra»

Foto: Leça FC Geração 2008

A dupla Sérgio e Diogo Pedras, tio e sobrinho, estão a dar que falar no futebol distrital. A excelente caminhada do Leça FC, que no passado fim-de-semana subiu ao 1º lugar da Série 1 da Elite, muito se deve estes dois jogadores.






Em declarações ao site Bola na Área, Sérgio Pedras, admite que veio acabar a carreira no Leça FC, depois de vários anos em ligas profissionais. O avançado de 37 anos é conhecido por ser uma marca do Leixões, clube que representou durante várias épocas mas o atleta tem outra opinião.

"Vim para acabar a carreira no Leça. Sou de Matosinhos e não é por acaso que não há cidade de Matosinhos  e não há cidade de Leça. A cidade chama-se Matosinhos - Leça e  tudo o que transporto com a camsiola do Leixões é  exactamente a  mesma coisa que transporto com a camisola do Leça. O sentimento é o mesmo. É lógico que há rivalidades entre eles, mas isso a mim não me entra. Quando luto pelo Leça, luto exactamente igual como se estivesse a lutar pelo Leixões"

Ao mesmo site, o sobrinho Diogo Pedras confessa estar a viver um sonho por jogar ao lado do tio: "Sempre tive esse esse sonho desde criança. É um sonho tornado realidade. É bastante exigente comigo, quer sempre o melhor. Quando faço um golo, ele quer que eu faça dois. Quando faço dois golos, ele quer que eu faça três. Ele quer sempre mais", revelou o melhor marcador do Leça esta temporada, com 15 golos.

Henrique Daniel Silva

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.