Header Ads

Pedro Barroso sobre a Elite:«subir apenas um clube é muito redutor»


O treinador do Aliados de Lordelo, Pedro Barroso, fez um balanço sobre as primeiras semanas ao leme da equipa e levantou o véu acerca dos objectivos a serem traçados pelo clube.

Numa entrevista publicada na página de Facebook do Aliados de Lordelo, o treinador que foi contratado neste defeso, confessou que tinha propostas para «ingressar em clubes de divisões superiores assim como no mercado internacional» mas a escolha acabou por incidir no Aliados de Lordelo e explica as razões:




«Senti-me identificado com o projeto! A simplicidade e a confiança das pessoas, a qualidade das infraestruturas, e a proximidade em relação à minha residência, foram fatores decisivos nesta escolha» disse Pedro Barroso, que conta actualmente com um plantel remodelado em relação à época passada.

«Entraram 14 jogadores, entre os quais, 4 deles são ex sub-19, 2 são sub-20 e tiveram um ano sem competir. Os restantes 8 jogadores são atletas que os candidatos à subida de divisão não quiseram e nós aproveitamos», referiu o jovem treinador que foi taxativo ao afirmar que está num clube «humilde que quer cumprir as suas obrigações».

Quanto aos objectivos para a nova temporada, Pedro Barroso indicou que passam, sobretudo, «por atingir 45 pontos e melhorar a classificação da época passada!»

No fnal da entrevista, Pedro barroso ainda teceu algumas críticas em relaçã
o à Taça AF Porto e à Divisão de Elite:

«A forma como o sorteio da Taça AF Porto é realizado não faz sentido nenhum. A “Festa da Taça” traduz-se na possibilidade de equipas de dimensão inferior eliminarem conjuntos de escalões superiores. Este primeiro sorteio deveria ser um sorteio puro! Para além disso, deveriam acautelar e proteger as equipas da mesma divisão e serie que se defrontam nas primeiras eliminatórias, e que não deveriam poder jogar no campeonato nas primeiras 5 primeiras jornadas. Parece-me uma atitude racional! Em relação ao campeonato, constituído por 32 equipas e onde existe um nível competitivo elevadíssimo, subir apenas um clube é muito redutor, sendo a AF Porto a maior associação de futebol do país.»

Henrique Daniel Silva

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.