Header Ads

Canelas 2010: "Nunca incentivei à violência"


Milton Ribeiro concedeu uma entrevista ao site Minuto 90 para falar do seu percurso como treinador ao serviço do Canelas 2010. Em jeito de retrospectiva, o treinador começou por abordar o seu primeiro contacto com o clube, e que na altura tinha a noção de que iria ser "complicado" para a sua carreira treinar o Canelas. "Já na altura se ouvia falar de muitas coisas sobre o Canelas", confessou Milton Ribeiro, que mesmo assim, não teve receio em "abraçar o projecto".

"Não sou homem de ter medo de nada. Não sou homem de ter medo de abraçar um projecto, por mais difícil que fosse", atirou Milton Ribeiro. 

Sobre o plantel que tinha à sua disposição, o treinador garante que a equipa "treinava bem"  e  tinha uma "mentalidade ganhadora" e que só foi preciso acrescentar o seu cunho pessoal. "É redutor dizer que o Canelas ganhava jogos porque metia medo aos adversários", afirmou Milton Ribeiro.

A polémica em torno do Canelas e que tanta tinta fez correr na comunicação social, também mereceu especial atenção por parte de Milton Ribeiro  que  aproveitou para se defender das acusações de que foi alvo. "Nunca incentivei à violência. Nunca pedi a um jogador meu para bater em alguém. Nunca pedi a um jogador meu para dar uma joelhada no árbitro", assegurou.

Apesar de ter conquistado duas subidas de divisão consecutivas e de ter ganho a Taça AF Porto ao serviço do Canelas, Milton Ribeiro não irá treinar o clube no Nacional Sénior e a direcção já encontrou o sucessor: Manuel Matias, ex-jogador do FC Porto. 

"Fui campeão da Divisão de Honra, da Elite e da Taça e o telefone ainda não tocou", refere Milton Ribeiro, reconhecendo que a sua passagem pelo Canelas possa ter prejudicado a sua imagem enquanto treinador.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.